Press "Enter" to skip to content

Bancada evangélica tenta isentar Igreja Universal de doação à prefeitura de SP

Uma articulação da bancada evangélica da Câmara de Vereadores de São Paulo tentou isentar a Igreja Universal do Reino de Deus da doação à prefeitura de um terreno de 17 mil m² para habitação popular.

Trata-se de uma contrapartida pela regularização do Templo de Salomão, firmada com a participação do Ministério Público no ano passado.

A isenção seria incluída no projeto de anistia a imóveis irregulares. “Seria uma desmoralização para a Câmara e provocaria uma reação do Ministério Público”, diz o vereador Celso Jatene (PL).

Em nota, a presidência da Câmara diz que não há possibilidade de a Universal ser incluída no texto, pois os únicos templos beneficiados são os que tiveram seus terrenos transformados em zonas de interesse social após a construção e poderão ser regularizados. Não é o caso do Templo de Salomão.

Fonte: Folha de S. Paulo

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *