Press "Enter" to skip to content

Bíblia não é relevante na vida da maioria dos britânicos, revela pesquisa

Um novo estudo sobre o que as pessoas no Reino Unido pensam sobre Deus e a Bíblia descobriu que apenas 18% acreditam que as Escrituras são relevantes para eles pessoalmente, apesar de 40% se identificarem como cristãos.

A Sociedade Bíblica entrevistou cerca de 20.000 pessoas, o que é considerado a maior revisão de fé, valores e atitudes da Bíblia na Inglaterra e no País de Gales.

O principal executivo da instituição, Paul Williams, disse ao Premier que a organização conduziu a pesquisa para entender melhor as visões espirituais da população do Reino Unido e aprender como ser “um parceiro de missão da igreja britânica”.

O relatório Faith in England and Wales também descobriu que 61% dos entrevistados pensam que é bom que as crianças conheçam histórias da Bíblia, enquanto mais da metade dos adultos acredita que a Bíblia molda nossa cultura.

Williams disse que essas descobertas devem incentivar os crentes a evangelizar: “Temos a oportunidade de mostrar às pessoas como este livro, que eles sabem ser significativo para nossa cultura, e eles sabem que é algo que eles gostariam que seus filhos soubessem, é realmente profundo, pessoalmente relevante para eles. E é isso que precisamos aprender a nos comunicar.”

Ele continuou dizendo que uma das principais conclusões da pesquisa foi que 25% da população alegava estar espiritualmente aberta à fé e aprender mais sobre a Bíblia.

Em resposta aos dados, a instituição de caridade cristã lançou um novo recurso on-line para ajudar os líderes da igreja a descobrir mais sobre sua comunidade.

O site chamado Lumino fornece informações sobre a frequência de igreja de uma população local, afiliação religiosa e interesses na Bíblia.

Ele identifica oito ‘personas’ espirituais nas quais os membros de sua comunidade local podem se encaixar, variando de “Amor pela Bíblia” a “Desdém pela Bíblia”.

Os usuários podem inserir sua localização e descobrir qual proporção de seus eleitores se enquadra em qual categoria.

Williams disse: “Nós estaremos adicionando novos recursos constantemente para ajudar a entender melhor como essas ideias podem ser aplicadas à missão, mas também estamos projetando recursos para pessoas interessadas em saber mais sobre a Bíblia, mas que atualmente não estão envolvidas com ela ou indo à igreja.”

Ele diz que “esses dados nos darão grande capacidade de projetar recursos especificamente para os grupos que têm uma abertura, mas não um conhecimento”.

Williams diz que a pesquisa revelou que muitas pessoas se sentem sobrecarregadas com a escala da Bíblia, achando o conteúdo desatualizado e difícil de ler.

A Sociedade Bíblica espera que a plataforma digital, que inclui uma variedade de recursos de vídeo, ajude as pessoas a experimentar a Bíblia com mais eficácia.

“Queremos ajudar a aumentar a confiança na Bíblia entre os cristãos. Sabemos que houve alguma perda dessa confiança por todos os tipos de razões, incluindo a secularidade de nossa cultura”, explica

“E queremos mudar a conversa sobre a Bíblia, entre os não cristãos. Sabemos que muitas vezes ouviremos na mídia, por exemplo, que a Bíblia está desatualizada, contraditória, homofóbica, mas, na verdade, há uma alta porcentagem de população que realmente não conhece a Bíblia, mas está interessada nela e acha que pode ser uma fonte de orientação e uma fonte de esperança, mas realmente não sabem como acessá-la por si mesmas”, declara.

Fonte: Guia-me com informações de Premier

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *